Fernando Marchiori: ” Temos que continuar evoluindo”
ABC

Fernando Marchiori: ” Temos que continuar evoluindo”

Fernando Marchiori segue trabalhando o ABC que enfrenta o Altos na quarta-feira (4) sete da noite no estádio Lindolfo Monteiro em Teresina. Sem poder contar com Felipinho que levou o terceiro amarelo e Marcos Vinicius que foi expulso, ele aguarda a liberação do lateral esquerdo Alysson para substituir Felipinho. Na direita penso que sem improvisações, acontece a entrada natural de Matheus Rocha.

Alyson tomou a segunda dose da vacina e tem que esperar o prazo de 14 dias para que possa completar o ciclo vacinal e assim ganhar condições de jogo. O prazo encerra exatamente no dia do jogo.

A campanha do Altos

” Isso são coisas que o campeonato que a gente fala que é nivelado e equilibrado trás, de repente eles não estão em um momento bom, mas tem grandes jogadores, grandes profissionais. É um campo muito dificil de se jogar, um clima muito dificil e tudo isso conta muito. Temos que ter serenidade, sermos cada vez mais equilibrados e evoluir sempre mais na parte tática, coletiva e individual”

As dificuldades sempre virão em um campeonato longo e temos que estar sempre prontos para esses momentos, mas o ambiente do ABC desde que eu cheguei sempre foi muito bom.

Para Marchiori, o fato de Diá ser de Natal e já ter trabalhado não torna o jogo contra o Altos mais ou menos dificil

” O jogo é decidido dentro de campo, o professor Diá é um grande profissional, conhecedor dentro de campo tem uma experiência de equipes rápidas, fortes e com velocidade. Tudo isso nós sabemos e nós sabemos que será um jogo duríssimo. Professor Diá é daqui ( Natal ) tem os seus contatos mas o jogo é lá ( Teresina )e temos que estar preparados para tudo isso”

2 Comentários

  • J. R. Freire 29 de abril de 2022

    Isso é comentário de um profissional, se ele é bom ou não vamos esperar pra ver.
    Ums coisa é: muito bom com as palavras, sabe o que fala.!!

  • Tom França 30 de abril de 2022

    Marchiori tem demonstrando até agora, ser um profundo conhecedor de armação tática e técnica, sendo “cirúrgico” nas substituições e um bom dominio do elenco.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.