Segunda Divisão: Clubes defendem duas vagas de acesso
FNF

Segunda Divisão: Clubes defendem duas vagas de acesso

Com as presenças dos representantes de Alecrim, ASSU, Baraúnas, Mossoró, Visão Celeste, Fluminense, Palmeira, Riachuelo, Atlético Potengi, Parnamirim, Estrela Potiguar e UNIVAP, foi realizada na terça-feira (07) reunião do Conselho Técnico do Estadual Nota Potiguar da Segunda Divisão.

Na reunião foram apresentadas propostas vindas dos clubes, como por exemplo: subirem duas equipes para a primeira divisão, colocar a disputa por grupos e ser um certame regionalizado, em forma de torneio e também por pontos corridos. A competição deve começar no mês de outubro.

A gente tem visto as últimas edições da Segunda Divisão com clubes terminando a competição aos trancos e barrancos, e mais, na Primeira Divisão, alguns com enormes dificuldades na reta final. Aumentar de oito para dez não é, na minha opinião a melhor saída. O direito de quem defende duas vagas é indiscutível, o que eu discuto, é a estrutura para depois aguentar o tranco de um Estadual.

Estadual Sub – 19

Estiveram na reunião do Sub-19, os representantes do ABC, Alecrim, América, ASSU, Atlético Potengi, Apodí, Baraúnas, Cruzeiro, Fluminense, Palmeira, Parnamirim, Estrela Potiguar, Riachuelo, Potiguar de Mossoró, Potyguar de Currais Novos e Visão Celeste.

Foto: Iure Seabra

A FNF informou que todos os clubes precisam se regularizar na CBF e federação para que possam confirmar participação na competição, e posteriormente na próxima reunião, que está marcada para quarta-feira (15).

A competição está marcada para começar entre a segunda quinzena de julho, ou primeira semana de agosto, com o término até o dia 30 de setembro, pois os clubes classificados para a Copa São Paulo de Futebol Júnior terão o prazo até o dia 7 de outubro para inscreverem os jogadores na Copinha, maior competição de base do Brasil.

2 Comentários

  • Medeiros 8 de junho de 2022

    Se subir dois times esse ano o Estadual passaria a contar com 10 clubes. Isso pode fortalecer a série A e B do estadual igual aconteceu em nível nacional (Hoje a série B nacional é um sucesso e tudo começou lá atrás, se dando oportunidade de acesso a 4 times). Mas para além da estrutura econômica desses times, há calendário (datas fornecidas pela CBF) para se fazer um estadual no RN com mais de 8 clubes? Provavelmente a forma de disputa atual tem que ser revista, até mesmo porque em paralelo se tem a Copa do Nordeste e a Copa do Brasil.

    Outra possibilidade interessante para fortalecer a série B (que tem segundo a matéria 12 times postulantes) é subir dois times em 2022, descer três times da séria A em 2023 e subir dois da B (O estadual desse ano ficaria com 9 times). Em 2024 repete-se as regras chegando no Estadual de 2025 com 8 times na série A, mas mantendo a regra de subir dois e descer dois. Para completar o calendário, a FNF precisa reativar e fortalecer a Copa RN. No Ceará, por exemplo, tem a Copa Fares Lopes (inclusive da vaga para a copa do Brasil) todo ano bancada pela federação de lá que conseguiu patrocinadores. Hoje o futebol cearense tem 2 times na série A e três na série C, e os times do Ceará e Fortaleza vivem pegando talentos que surgem nos times menores que dispitam as competições estaduais.

    O futebol do RN precisa ser repensado, caímos muito no ranking da CBF na última década e nossos times estão hoje nas séries C e D (ano passado estávamos na D!).

  • […] Segunda Divisão: Clubes defendem duas vagas de acesso […]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.