No lançamento da campanha Ingresso Social, ausência do América repercutiu muito mal
Notícias

No lançamento da campanha Ingresso Social, ausência do América repercutiu muito mal

O vice-presidente da Fecomércio RN, Luiz Lacerda, participou na manhã esta quarta-feira, 25, do lançamento da campanha Ingresso Social, uma iniciativa dos clubes potiguares ABC e América, com apoio da Federação. O objetivo da iniciativa é dar maior visibilidade ao futebol potiguar e apoiar a valorização do esporte no Rio Grande do Norte.

O evento de lançamento da campanha ocorreu no auditório do Sesc Rio Branco e reuniu dirigentes e ex-dirigentes dos dois principais times de futebol do Rio Grande do Norte e empresários do comércio. O vice-presidente da Fecomércio destacou que a iniciativa contribui para unir as famílias em torno e esporte, bem como ajuda a movimentar a economia.

“Acreditamos que mais do que proporcionar qualidade de vida e lazer para a sociedade, o Sistema Fecomércio entende que o esporte é capaz de unir esforços em torno de uma causa maior. Estamos juntos, ao lado do ABC e América, entrando em campo pela valorização do futebol potiguar, da economia e do comércio”, afirmou Luiz Lacerda.

A proposta da campanha é que os ingressos dos jogos sejam adquiridos por lojistas que, depois, irão repassa-los aos clientes, por meio de ações promocionais, ou funcionários das empresas.

Participaram do evento, pela Fecomércio RN, o vice-presidente, Itamar Manso, os diretores
Sales Neto, Luiz Evânio, Orismar de Almeida; bem como o diretor executivo, Laumir Barreto, e o assessor especial da presidência, Fernando Virgílio.

Do blog

O que chamou atenção no evento realizado nesta quarta-feira foi a ausência do América. O clube, um dos beneficiados não mandou nenhum representante ao ato de lançamento de um programa de uma importância significativa para levar público aos estádios, aumentar arrecadação trazendo beneficios financeiros, em um momento de crise.

Estranho o descaso do América. Não ter um único dirigente disponível para representar o clube foi deselegante com a Fecomércio, com o ABC que idealizou o projeto e com os empresários presentes e que se dispuseram a apoiar os clubes.

1 Comentário

  • Tom França 25 de maio de 2022

    Enquanto isso, a prefeitura de Manaus “presenteia” com dois milhões, e o governo do Estado com 490 mil, para ajudar o time manaura na série C. Será que os de lá têm mais “boa vontade” que o governo estadual daqui? Ou será que são mais organizados economicamente?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.