O endividamento de ABC e América
Opinião

O endividamento de ABC e América

Não me interessa buscar dívidas desta ou daquela entidade, deste ou daquele clube, mas a decisão do Juiz Substituto do Trabalho, Cacio Oliveira Manoel, trouxe à tona novamente a realidade dos principais clubes do Rio Grande do Norte.

Um rápido levantamento na lista de devedores do Governo Federal mostrou que o América deve R$ 4.172.493,22 entre débitos tributários com a Previdência, Multas Trabalhistas e FGTS.

Quando se puxa a realidade do ABC, o quadro é ainda mais grave. A dívida total é de R$ 13.056.941,31 entre débitos tributários previdenciários, multas trabalhistas e FGTS.

Não são dívidas construídas pelas atuais gestões de ABC e América, mas são dívidas dos clubes que independente de quem seja o gestor, devem ser honradas. Mas sabem o que realmente me chama atenção quando vejo um cenário desses? É a omissão ao longo do tempo do Conselho Deliberativo dos clubes, que foram no mínimo omissos.

Essas dívidas foram construídas ao longo dos anos e agora, Souza no América e Bira Marques no ABC que corram atrás e resolvam a parada, sob pena de serem taxados de “responsáveis” pelo endividamento dos clubes que administram.

É um problema que não está restrito ao futebol potiguar, é uma realidade da grande maioria dos clubes, mas o que interessa é o que acontece aqui, e aqui a bronca égrande.

O site não diz qual o montante das dívidas está negociado, está sendo pago,nada disso. Aponta o montante, e os dois maiores clubes do Rio Grande do Norte devem à União quase 18 milhões de reais.

Segue o jogo, até quando ninguém sabe!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.